Secretaria de Desenvolvimento de Educação de Várzea da Palma fornece alimentação em escolas localizadas em comunidades c

 

Publicado em: 17/04/2020 10:05

Whatsapp

 

Secretaria de Desenvolvimento de Educação de Várzea da Palma fornece alimentação em escolas localizadas em comunidades carentes, como uma das ações de enfrentamento das consequências da pandemia da COVID-19.

 

A administração municipal de Várzea da Palma, por meio da Secretaria de Desenvolvimento da Educação, reiniciou excepcionalmente, desde o dia 07 de abril, as atividades das merendeiras e do setor administrativo das escolas municipais, localizadas nos bairros Nova Esperança e Pedras Grandes, Barra do Guaicuí e na comunidade rural de Porteiras para ofertar aos alunos matriculados nessas escolas, uma refeição diária. Essa ação se deu mediante a preocupação do prefeito municipal em não deixar as crianças matriculadas na rede municipal, sem o auxílio da merenda escolar, já que é sabido que muitos desses alunos fazem na escola sua principal refeição do dia. O prefeito também cuidou de atender todos os cuidados recomendados pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como uso de máscara, a higienização das mãos e do ambiente assim como o distanciamento social para a elaboração da logística de distribuição dessa refeição, que está sendo servida em marmitex; um por aluno. O cardápio é variado e foi elaborado pela nutricionista do município credenciada no CAE (Conselho de Alimentação Escolar). Outro ítem que o prefeito fez questão de requisitar foi que todos os servidores que são portadores das comorbidades elencadas pela OMS como situação de risco, não fizessem parte das equipes convocadas para essa ação solidária. São 890 refeições servidas de segunda a sexta-feira que estão dando à muitas famílias o alento de verem seus filhos bem alimentados.
Salienta-se que os gêneros alimentícios estão sendo adquiridos com recursos do PNAE – Programa de Alimentação Escolar conforme a lei nº 13.987/2020 e complementado por recursos do tesouro municipal. O secretário Municipal de Educação, coordenador da realização desse projeto, professor Ronan Ângelo Leal destacou que “toda mobilização em prol do amparo às pessoas que passam por necessidade em decorrência do isolamento ou da perda de renda é válida; e que é obrigação da administração que esse compromisso seja cumprido com a população de nossa cidade”. E acrescentou “que neste momento deseja a todos muita paz e saúde e que em breve as escolas municipais poderão voltar a desenvolver suas atividades normalmente.”

Vale ressaltar também, que os gêneros alimentícios adquiridos pelas escolas municipais para a confecção da merenda antes da suspensão das aulas em razão da pandemia da COVID-19, foram recolhidos por técnicos da Secretaria de Desenvolvimento da Educação e organizados em 80 cestas básicas, que foram doadas também para as famílias de alunos da rede municipal, para evitar que os mesmos tivessem seus prazos de validade vencidos. É a administração municipal, por meio da Secretaria de Desenvolvimento da Educação acolhendo a comunidade que mais precisa.


Imagens